RATING ECOLÓGICO

Como a nossa missão é descobrir e partilhar convosco os alojamentos e estadias mais eco-friendly do mundo, criámos uma escala para definir se cada sítio que visitamos é mais ou menos ecológico, à qual chamamos Rating Ecológico. Este varia entre 0 e 5, sendo 0 nada ecológico, e 5 totalmente ecológico. Este rating tem em conta 5 parâmetros:

I – Energia

Tentamos perceber se a energia utilizada para todas as exigências do alojamento (iluminação, máquinas, tomadas dos quartos, etc) é proveniente de uma fonte verde e renovável, tais como painéis solares, turbinas eólicas ou combustão de biomassa.

II – Água

Como é que a água é obtida, tratada e utilizada no alojamento? Provém de um poço, é aproveitada de uma nascente próxima, ou existe até algum sistema de captura da água da chuva? Se assim for, percebemos que é um alojamento logo por aí mais ecológico. A água é tratado com produtos químicos ou filtrada por métodos naturais (tais como osmose e adição de algas)? E quanto à sua utilização, existem temporizadores nas torneiras que limitam o consumo? Quando há piscina ou SPA, a água é re-aproveitada? Tudo isto influencia não só a quantidade de água consumida, como a sua qualidade e o impacto que isso tem no ambiente em redor (através do ciclo da água).

III – Alimentação

Cada vez mais existem alojamentos que investem na sua própria produção alimentar (seja horta, criação de animais, vinhas, etc), o que permite uma oferta de maior qualidade. E porquê? Não só existe um maior controlo sobre os adubos e aditivos utilizados, como é diminuído o tempo de transporte entre a colheita do alimento, e a sua confecção na cozinha. Para além de isso diminuir a pegada ecológica provocada pela transportação, permite ainda que os alimentos retenham mais os seus nutrientes originais. Quando não têm a sua produção própria, existem ainda alojamentos que se unem a produtores locais, e se auxiliam mutuamente, pois os benefícios acima indicados continuam a ser mais garantidos do que quando as compras são feitas industrialmente e em massa, e ainda potenciam a economia da região.

IV – Transportes

O alojamento tem a preocupação de disponibilizar transportes sem emissões para os hóspedes utilizarem, tais como as bicicletas? Já investem em pontos de carregamento para os carros cuja energia é híbrida ou 100% eléctrica?

V – Packaging

Um dos factores que mais impacto tem na indústria hoteleira é a quantidade de pacotes individuais que são feitos para “garantir a segurança e higiene” de cada hóspede. Desde os cosméticos na casa de banho, às manteigas e compotas individuais na área de refeição (o que não acontece lá está, quando a produção é local), tudo o que venha embalado tem um maior impacto negativo a nível ambiental. E existem alojamentos que felizmente já tomaram essa consciência, e querem aliar a qualidade da estadia dos hóspedes ao bem estar do ambiente. Por exemplo produzem (ou compram regionalmente) os seus próprios cosméticos (sabonetes e gel de banho artesanais), criam as suas compotas, manteiga, pão, e tudo é disponibilizado fresco, sem embalagens, apenas num saco de pano ou em frascos de vidro.

Todas estas componentes acabam por estar associadas a uma escolha em que a prioridade deixa de ser tanto a diversidade de oferta, mas passa mais a ser a qualidade da oferta. Isso é o que nós enquanto 2withThePlanet queremos encontrar nos alojamentos a que nos propomos conhecer, para partilhar convosco os lugares mais eco-friendly do mundo. Para obter uma avaliação geral do alojamento, aliamos este Rating Ecológico ao Preço e Conforto.
Por favor tenham sempre em conta que isto é a nossa opinião pessoal. Se tiverem alguma dúvida, não hesitem em contactar. 🙋‍♀️